Cordelista sento-seense descreve em versos, detalhes do Garimpo de Ametista; confira

0
4262

O Portal Sento Sé Notícias, segue com mais uma matéria sobre o Garimpo de Ametista descoberto em Sento Sé. Hoje, quarta-feira (17), estamos publicando um Cordel de Sol França onde ela descreve a riqueza do solo de Sento Sé e como mudou tudo no sertão após a descoberta desse mineiro riquíssimo nas terras do nosso município.

Veja abaixo o trabalho da autora:

AMÉM=AME= TISTA (Sol França)
Em dias do mês de abril
Abriu-se a fenda no chão
Surgia um esplendor lilás
Nas profundas do Sertão
Nos veios daquela terra
Riqueza e prosperação

Prum povo muito sofrido
a esperança mudou
ela não tem a cor verde
agora é de outra cor
ela é roxa e lilás
do povo aplaca a dor

Lá próximo do Velho Chico
Nas terras de Sento-Sé
A serra virou garimpo
De homem,menino e mulher
AMETISTA veio a furo
Encantando e dando fé

Fé em uma vida melhor
Surgiu numa cascalheira
Homem do campo, dona de casa
Se transforma em garimpeira
Estudante,moço e velho
Subiram todos a ladeira

Já se contam sete mil
Pessoas a garimpar
Uns cavando o chão
Outros a comercializar
É vida criando vida
Todos querendo enricar

Quem não sonha dias melhores?
Quem não pensa em prosperar?
E quando Deus manda frutos
O homem tem que colheitar
Cruzar os braços é pros fracos
Os fortes vão garimpar

Viva essa bendita terra
Que se abre em dores de parto
Dar luz a filha AMETISTA
e com os seus seios fartos
sacia a fome de sonhos
de homens dantes cansados

Agora homens de sonhos
Pois dias melhores virão
Em pedras tão preciosas
Que a terra cuspiu ao chão
Transformando o cinza da caatinga
Brilha lilás o sertão

Sento-Sé ta conhecido
Do Rio Grande ao Piauí
Virou rota de milhares
Desde o Oiapoque ao Chuí
Tem gente de todo canto
Até gringo tem aqui.

Deus em sua Grandeza
Abriu as entranhas da terra
Compôs uma obra prima
Na beleza de uma aquarela
Porque ELE é providência
Seja qual for a querela

Graças, dá graças povo
Canta bravo sertanejo
Deus Compôs orquestra tão bela
Não perca nunca a fé
Venha o que vier
Deus sempre abre uma janela

Fotos: Tony Lopes | Produção: Gabriel Filliph | Cordel: Sol França 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui