JBS mantinha conta milionária para abastecer Lula, Dilma e PT, delata Joesley

0
158
10/06/2016 - São Paulo - SP, Brasil - Presidenta afastada Dilma Rousseff e o Ex-Presidente Lula se encontraram no Instituto Lula nesta sexta-feira (10) - Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

De acordo com publicação da revista Época, a JBS depositou cerca de R$ 300 milhões em propina devida ao PT numa conta secreta controlada por Joesley Batista na Suíça. A titular oficial da conta era uma empresa de fachada, sediada no Panamá, declarou Joesley Batista nas informações encaminhadas à Procuradoria-Geral da República.  O saldo dessa conta de propina era gerado através de vantagens ilegais obtidas pela JBS junto ao BNDES, sempre na gestão do PT, com maior ênfase na época em que Luciano Coutinho presidia o banco. De acordo com as planilhas da JBS essa conta corrente de propina era dividida entre os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

De acrodo com a publicação Joesley informou ainda que o dinheiro era sacado, no Brasil, em nome de Lula e por ordem de Lula, às vezes por meio de Guido Mantega – e também em campanhas do PT em 2010 e 2014. Os recursos eram entregues em espécie, depositados em contas de laranjas indicados pelo partido e pelo ex-presidente e, também, transferidos oficialmente para contas oficiais de campanhas. De acordo com a delação parte desse dinheiro foi usado para comprar o apoio de partidos na campanha de Dilma em 2014.

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula – Fotos Públicas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui