Selfies na escola podem aumentar incidência de piolhos

0
101

A nuca e a região atrás das orelhas são os pontos favoritos do parasita; ao contrário do que se pensa, eles gostam de cabelos limpos.

É só pensar nele para a coceira começar. O piolho, além de ser motivo de coça-coça nas crianças também afeta os adultos e causa constrangimentos. Para muita gente, assim como para a diarista Ilka Dias Sales, 34 anos, a falta de higiene é a principal razão para contrair o inseto. Tanto que quando a sua filha Evelyn Sales, 8, teve o problema, aos três anos, passou a lavar os cabelos da pequena com mais frequência.

Só que, ao contrário do que diz a crença popular, piolhos preferem cabelos limpos.  “A pessoa pode ter a cabeça limpinha, mas se tiver o contato com uma pessoa ou com objetos contaminados, pode contrair. Ninguém está imune”, explica a dermatologista Daniele Pereira.

Leia mais: Confira os mitos e verdade sobre o tratamento de piolho

De acordo com ela, o piolho é um inseto muito pequeno, mede de 2 a 3 milímetros (do tamanho de um grão de alpiste) e é responsável pela pediculose ( irritação no couro cabeludo). “Ele se alimenta de sangue humano, e a sua saliva irrita e dá coceira”. A  nuca e a região atrás das orelhas são os pontos favoritos do parasita.

Vergonha
O mito de que o piolho está associado à falta de higiene leva a outros problemas, incluindo o uso de tratamentos ineficazes e de constrangimentos desnecessários. O universitário Fabrício Santos (nome fictício), 25, tem receio de admitir que teve piolho recentemente. Como mora com mais seis pessoas, ele conta que saiu da casa por medo de transmitir para os colegas. “Peguei todas as minhas roupas de cama e voltei para a casa de minha mãe”.

A mesma medida foi tomada pela diarista, que afastou a filha da escola por 15 dias. Porém, mais uma vez diferentemente do que prega o senso comum, o piolho não pula e nem voa, ele se arrasta. Segundo a dermatologista, “não precisa cortar ou raspar os cabelos e nem afastar a criança da escola. A contaminação não é igual à gripe, em que o vírus se dissemina no ar”.

Selfie
De acordo com a médica, a transmissão acontece apenas com o contato direto com pessoas infectadas, o que pode se dar com o empréstimo de objetos de uso pessoal, como boné ou pente, ou, ainda, ao encostar a cabeça uma na outra.

Um estudo do Instituto Nacional de Saúde Pública e Meio Ambiente (RIVM) da Holanda, realizado em 2016 com dois mil alunos de um colégio do ensino, revelou que as selfies aumentaram a incidência dos piolhos nas escolas do país. A explicação: ao se juntar para tirar a foto, os cabelos entram em contato, permitindo a transferência do parasita.

A dermatologista explica que as crianças são as que mais se contaminam porque costumam ficar muito próximas umas das outras, principalmente no ambiente escolar. Ela diz que, junto com os pais, cabe à escola o auxílio à prevenção, separando o material de cada um e evitando o empréstimo de objetos pessoais.

Pente fino
Como os insetos ficam entre a raiz e os fios do cabelo, o uso do pente fino é a melhor forma de eliminar o parasita. O único meio de diagnóstico é a observação. Identificada a infestação, de acordo com a recomendação da Dra Daniele, o tratamento deve ser feito com um xampu ou loção antipiolho, e o uso do pente para a catação dos insetos.  Aplicar uma mistura de vinagre com água nos cabelos, facilita a remoção dos insetos e das lêndeas. Depois de sete dias, ela indica repetir o processo.  Ela lembra que  o pente deve ser higienizado, e as roupas de cama passadas a ferro quente para evitar recontaminações.

Como prevenir

Objetos pessoais: Compartilhar objetos pessoais é a principal forma de contaminação. Evite emprestar ou pegar emprestado itens como pente, escova de cabelo, boné, chapéu e capacete.

Proximidade: O contato direto com uma pessoa contaminada facilita a transmissão. Durante uma infestação na escola, por exemplo, oriente as crianças a não encostar a cabeça e a evitar  contato próximo com os colegas.

Em casa: Se alguém em casa tiver piolho, todos devem verificar se também foram contaminados e fazer o mesmo combate com xampu,  loção ou vinagre e pente fino.

Lençóis e roupas: Lave a seco e passe ferro quente nas roupas de cama e nas vestimentas.

Quarto: Aspire o quarto para remover do chão os fios de cabelo que caem.

Pente e Escova: Lave-os em água quente e deixe de cinco a dez minutos de molho no xampu ou na loção usados para matar piolhos.

Pente fino: Para a prevenção, mantenha o cuidado diário passando um pente fino nos cabelos.

Fonte: Correios

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui