Incêndio continua destruindo o parque nacional Boqueirão da Onça, em Sento Sé

0
1834

Conforme este Blog publicou ontem (04), há  quase uma semana, um incêndio está destruindo a vegetação de parte de uma área de preservação ambiental no município de Sento Sé, na região norte da Bahia: o Parque Nacional Boqueirão da Onça.

O incêndio já atingiu mais de mil e trezentos hectares da área, localizada no semiárido baiano. Há cinco dias, o Ibama e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade tentam conter as chamas. O trabalho é realizado por 26 brigadistas, mas a área é de difícil acesso.

“É um local onde tem serras, topos de morros, vales, então é muito difícil de acessar. Qualquer coisa fica a mais de 20 km. E a gente está em comunicação com outros órgãos para que a gente consiga um apoio aéreo”, disse Camile Lugarini, representante do Instituto Chico Mendes, à reportagem da TV São Francisco.

O Parque Nacional Boqueirão da Onça foi criado em abril deste ano. Lá existe uma área nativa da vegetação caatinga que é preservada. A unidade de conservação de proteção integral tem 349 mil hectares, e abrange os municípios de Sento Sé, Campo Formoso, Sobradinho, Juazeiro e Umburanas.

Foram 16 anos de espera para a criação do parque. O lugar abriga uma rica biodiversidade animal e vegetal. O instituto ainda não sabe a proporção dos danos ambientais, mas é grande o prejuízo, principalmente com a queima da vegetação nativa.

Em contato com o Ministério do Meio Ambiente, constatamos que providencias já foram tomadas na tentativa de apagar o fogo e uma Brigada de Combate a incêndio, com cerca de 30 homens, já teria se deslocado da Chapada Diamantina para a localidade. De acordo com as informações voluntários também trabalham para apagar as chamas.

Equipes do Corpo de Bombeiros de Juazeiro também teriam sido acionadas.

             

Incêndio atinge incêndio Parque Nacional Boqueirão da Onça, em Sento-Sé. (Foto: Reprodução TV São Francisco)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui