Junina Pá Juca é Campeã do concurso de Quadrilhas Juninas em Sento Sé

1
530
Foto: Adolfo Júnior

Na arraia, muita emoção, paixão, criatividade e brilho nos olhos. Em jogo, muito mais que isso. São sonhos, expectativas e muitos meses de trabalho. Assim foi esta segunda-feira de São João (24), na praça central de Sento Sé durante a realização do Concurso de Quadrilhas Juninas. As apresentações encheram os olhos de pessoas de diversas idades que lotaram a praça para assistir o concurso.

Com o enredo: “O que o corpo faz, a alma perdoa”, Junina Pá Juca foi a grande campeã do concurso. A temática tenta mostrar que mesmo com erros, sempre existe o sentimento mais forte que o rancor e o ódio – o amor e o perdão. Ao entrar em cena levou o público ao delírio, arrancando aplausos e grito de quem acompanhava. Além do primeiro lugar, ganhou nas categorias de melhores casais. Em êxtase com o troféu de primeiro lugar a coordenadora da Quadrilha, Givorlania Rocha, falou com o Sento Sé Notícias e relatou que o enredo foi inspirado no tempo e o tema na peça de Ariano Suassuna.

“Planejamos algo que pudéssemos agradar ao público, que de alguma forma trouxesse lembranças e causassem emoções. O objetivo foi alcançado, pois o público vibrou o tempo todo dando uma beleza ainda maior ao espetáculo. Para nós, quadrilha é muito mais que uma apresentação é Paixão, somos apaixonados por tudo que envolve a quadrilha, é tudo lindo e ainda temos a certeza de contribuir no resgate de valores culturais do nosso povo, preservando não só a alegria”, disse Girvolania.

Com apresentação retratando a história do município de Sento Sé, Junina Jayro ficou em segundo lugar. A quadrilha apostou em coreografias ousadas e retratou as referências culturais de Sento Sé como à tribo indígena Centoce, Kongados, Padroeiro da cidade e o Cangaço relembrando a história de nossa e cidade e mostrando a todos o quanto nossa história é rica.

De acordo com o coordenador da Junina Jayro, Marcos Paulo, 22, “A inspiração foi saber que nossa cidade tem uma história lindíssima e que poucos conhecem. A escolha deste tema era sair dos tradicionais que já vem sendo repetido por diversas quadrilhas. Há sete anos estamos fazendo história, sempre pensando em levar uma belíssima apresentação ao público, que realmente são os jurados principais. A Junina Jayro agradece a todos que se fizeram presente no concurso e que nos incentivaram na apresentação. Nossa força maior são vocês”, disse Marcos.

Foram quatro apresentações concorrendo ao prêmio: Explosão Junina de Piçarrão, Estrela do Sertão, Junina Jayro e Junina Pá Juca. Durante a decisão dos jurados, se apresentaram as quadrilhas Xamego Bom (Sobradinho) e Império Nordestino (Casa Nova). Para avaliar a apresentação os jurados levarão em conta quesitos como: criatividade, alinhamento e empolgação do conjunto; coreografia; caracterização; presença e desenvoltura do marcador e desempenho do casal de noivos.

As apresentações impressionaram pelo colorido das roupas e alegorias, pela alegria dos dançarinos, pela criatividade nas encenações e coreografias, ou seja, por tudo aquilo que faz das quadrilhas juninas um espetáculo único e uma das grandes expressões artísticas do povo nordestino. O concurso foi realizado pela Prefeitura Municipal, através do Departamento de Cultura. As quadrilhas concorreram a prêmios como troféu e dinheiro.

Texto: Gabriel Filliph – Fotos: Adolfo Júnior

Clique na imagem para ampliar

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui