Sem fiscalização mais rígida, Garimpo vai seguindo e provocando mais mortes em Sento Sé

0
337

Na noite de quarta-feira (14), ocorreu mais um acidente e mais mortes envolvendo a exploração do garimpo na cidade de Sento-Sé, na Bahia, na mina da Quixaba, a 60 Km da sede do município, cerca de 1.500 pessoas, da localidade e de diversas regiões do país, ainda se revezam na busca pelas pedras preciosas.

Outros acidentes envolvendo a exploração do minério neste município já haviam sido divulgados por este Blog, a exemplo do que aconteceu em agosto de 2017, com duas mortes, e mais recentemente em abril deste ano, quando um homem morreu ao despencar de um corte de exploração de pedra preciosa, também na zona rural.

De acordo com uma das fontes “são centenas de cortes, abertos sem nenhum critério técnico ou acompanhamento dos órgão reguladores do setor, explorados dia e noite, com buracos que já chegam a 100 metros de profundidade e que vão se encontrando em baixo da terra”, relatou.

Os órgãos que regulam o setor pouco tem andado na localidade, que no aspecto de segurança conta apenas com a presença da polícia militar, minimizando os riscos de violência, brigas, uso de drogas e outros incidentes sem relação direta com a exploração do minério.

Outra preocupação em relação a essa exploração, segundo colheu o Blog, tem sido em relação a degradação ambiental, incluindo um Parque Arqueológico que existe na região, já que sem nenhuma fiscalização mais rígida e presencial, os cortes vão se espalhando dia a dia, atraindo novos garimpeiros, compradores nacionais e internacionais, provocando uma busca quase que suicida pelos filões de ametistas que existem no município.

Como destacou mais cedo o Blog, o acidente desta quarta-feira ocorreu no final da noite de ontem (14) e deixou dois mortos, moradores da Quixaba, conhecidos pelos prenomes de Jeferson e Marcos. As novas informações dão conta que apenas os dois estavam no corte e a notícia chegou à comunidade através de outros garimpeiros que trabalhavam no local e perceberam que havia algo errado. Um dos mortos chegou a ser socorrido mas não resistiu.

O delegado da Polícia Civil de Sento-Sé, Dr. Felipe Freira Bezerra, confirmou que foi feito o registro do acidente e que já foi expedida a guia de necropsia, para oficializar a causa das mortes, informando ainda que a Polícia Civil se deslocou para o local, de difícil acesso, para efetuar diligencias e notificar os principais motivos do acidente.

Blog Geraldo José/ Foto: Tony Lopes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui