Engie realiza oficina de manejo de abelhas sem ferrão em comunidade rural de Sento Sé

0
95

Na última semana, os moradores da comunidade de Brejo da Brásida, em Sento Sé participaram de uma oficina de criação de abelhas sem ferrão (meliponicultura). A ação fez parte da Campanha de Educação Ambiental do Conjunto Eólico Campo Largo 2, em implantação pela ENGIE, nos municípios de Umburanas e Sento Sé, na Bahia.

Dividida em teoria e prática, a oficina abordou as vantagens da meliponicultura e as espécies de abelhas encontradas na Caatinga, bem como suas formas e comportamentos. Os moradores receberam também orientações sobre como conseguir abelhas nativas com uso de ninhos iscas, a organização de um ninho, além da prática correta de coleta do mel, beneficiamento e armazenamento do produto.

A Meliponicultura é uma atividade sustentável em que os recursos utilizados são mais simples e, consequentemente, mais baratos. A técnica dispensa o uso de equipamentos de proteção e o mel produzido pelas abelhas nativas tem um valor de mercado maior que o mel tradicional, o que garante uma boa renda ao produtor.

Como forma de demonstrar a ótima alternativa de obter mel de qualidade, ao final do curso, o grupo montou um meliponário dentro de um quintal agroflorestal na comunidade, utilizando madeiras reutilizadas da obra por meio de doações de empresas parceiras.

Além de propagar boas práticas na agricultura familiar, a oficina apresentou uma nova fonte de renda para a população local. “Faz parte da cultura da ENGIE promover o desenvolvimento sustentável da comunidade em que está inserida. Esperamos que a partir desta capacitação a comunidade se fortaleça, coloque em prática oconhecimento adquirido e prospere cada vez mais”, informou o gerente de Projetos da ENGIE, Giuliano Pasquali.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui