Conheça como funciona a produção de minério de ferro, em Sento Sé

0
978
Foto: Leonardo Rodrigues

A Tombador Iron deu início em maio deste ano à produção de minério de ferro (granulado de hematita) no município de Sento Sé (BA), onde já foram investidos mais de 60 milhões de reais. O granulado de hematita é de alto teor e tem até 67% de ferro que está sendo extraído e britado a seco.

O projeto da Tombador Iron – empresa australiana, nesta fase inicial está produzindo cerca de 2 mil toneladas de granulados de hematita por dia e deve extrair cerca de 360 mil toneladas até o fim deste ano. Em 2022, a produção poderá atingir 1 milhão de toneladas por ano. O ferro está sendo destinado ao mercado siderúrgico internacional e também para siderúrgicas nacionais para fabricação de aço. Com vida útil de 7 anos, a companhia continuará a pesquisa mineral para descobrir mais hematitas no município, caso descubra, a vida da mina poderá ser aumentada.

Foto: Leonardo Rodrigues

O projeto Tombador Iron Mineração

O distrito ferrífero de Sento Sé foi descoberto durante mapeamento geológico realizado pela CPRM, hoje Serviço Geológico Brasileiro, em 1969. Atualmente, várias empresas estão realizando pesquisas minerais em diversos estágios de desenvolvimento. Desde 2005, a Tombador Iron Mineração está no município de Sento Sé realizando pesquisa mineral. Durante este tempo, realizou vários estudos técnicos e ambientais detalhados sobre minério de ferro, devidamente autorizados pelos governos estadual e federal.

Transformar essa riqueza potencial em valor efetivo é um desafio de custo e risco elevado, e que demanda muito tempo. Entretanto, quando os projetos são instalados e entram em operação, proporcionam elevados benefícios decorrentes da atividade, como a geração de emprego, renda, elevação da arrecadação de impostos, dentre outros. Neste sentido, ao iniciar a produção do minério de ferro no município, a Tombador Iron Mineração contribui efetivamente para o desenvolvimento socioeconômico de Sento Sé e renova as esperanças de sua população para uma melhor qualidade de vida”.

Foto: Leonardo Rodrigues

Início da Operação

Em 20 de maio de 2021, a empresa recebeu a licença de operação pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), após 9 meses de execução das atividades da fase de instalação. Atualmente a produção inicial destina-se ao mercado internacional. Estima-se que no início de 2022, a produção da mina atinja de 3 mil toneladas por dia.

Com o avanço da produção, os mercados siderúrgicos brasileiros serão abastecidos com o ferro produzido em Sento Sé. Atualmente estão sendo enviadas amostras de testes de 1 mil até 10 mil toneladas para avaliação do mercado siderúrgico brasileiro. Cerca de 50 caminhões estão transportando o granulado de hematita de Sento Sé por dia para o porto de Aracaju (SE). A capacidade média dos caminhões é de 40 toneladas.

Foto: Leonardo Rodrigues

Impacto Ambiental da Mina

A vida útil da mina é de 7 anos, portanto trata-se de um empreendimento de pequeno porte e de simples processo. O minério não é cancerígeno e nem radioativo. Todo o processo de beneficiamento desenvolvido a seco, envolverá apenas britagem e classificação, como numa pedreira. Por isso, não há barragem de rejeitos, nem utilização de água e produtos químicos, eliminando-se o risco de impacto ambiental nas águas do Rio São Francisco no Lago de Sobradinho.

O Estudo de Médio Impacto Ambiental (EMI), definido pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) para o licenciamento ambiental do projeto Tombador não prevê a realização prévia de Audiência Pública, mas a empresa após a obtenção da Licença de Instalação realizou e continua realizando reuniões e promovendo visitas as suas instalações para esclarecimento do projeto Tombador e do estudo ambiental junto às autoridades e comunidades de Sento Sé.

Esclarecimentos sobre o projeto Tombador foram feitos quando da realização da pesquisa socioambiental, em 2014/2015, oportunidade em que se entrevistou aproximadamente 1.362 pessoas, na sede municipal (a maior parte) e nas comunidades próximas: Tombador de Cima, Aldeia, Limoeiro e Pascoal, além de 28 organizações sociais de Sento Sé.

Foto: Leonardo Rodrigues

Empregos

No pico da fase de instalação do projeto, que durou 9 meses, foram gerados 140 empregos dos quais em torno de 55% ocupados por trabalhadores de Sento Sé. Atualmente trabalham no projeto Tombador de forma direta 180 colaboradores. “Considerando-se que para cada emprego direto gerado na mineração somam-se outros 10 indiretos, numa estimativa conservadora, reduzindo-se para 7, então alcançamos 1.260 empregos indiretos gerados”.

Foto: Leonardo Rodrigues

Investimentos no município

Com entrada em circulação dos salários pagos aos trabalhadores por meio do consumo no comércio local e, com a aquisição de produtos para a mina em Sento Sé, gerando novos empregos e renda no município, aumentará a arrecadação de impostos, especialmente do Imposto Sobre Serviços (ISS) na instalação e, na operação, da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM).

A empresa está investindo na revitalização de unidades escolares nas comunidades próximas. Campanhas de Conscientização do Meio Ambiente com a produção de mudas nativas para doação. Recuperação, sinalização e manutenção da BA-210, no trecho não pavimentado de Sento Sé ao interior de Retiro de Baixo.

Com a entrada em operação do projeto Tombador e o recolhimento da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) pelo município, com os preços atuais para o granulado de hematita, a arrecadação poderá atingir, em plena produção, em torno de R$ 1.500.000 / mês. Some-se o Imposto Sobre Serviço (ISS) que será da ordem de R$200.000/mês. Certamente estes impostos serão mais um estímulo à economia local, assim como à capacidade do poder público municipal de realizar serviços essenciais aos sento-seenses”.

Foto: Leonardo Rodrigues
Foto: Leonardo Rodrigues
Foto: Leonardo Rodrigues
Foto: Leonardo Rodrigues
Foto: Leonardo Rodrigues
Foto: Leonardo Rodrigues
Foto: Leonardo Rodrigues
Foto: Leonardo Rodrigues

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui